28 jul
2016

Kibe Cru – receita da vovó (o melhor do mundo!)

Kibe cru sem sombra de dúvidas é uma das minhas maiores paixões!

Há duas semanas postei no snapchat minha linda mãe/avó (paixão da minha vida, com quem morei desde os 2 anos) fazendo sua receita maravilhosa de kibe e recebi uma enxurrada de: “nossa, que delicia!” , “hum, também quero”, “escreve a receita?”. 

Confesso a vocês que já experimentei muitos por ai, alguns bons e outros beeeeem ruins. E para quem quer minha indicação de restaurante que sirva um kibe cru bem gostoso, sem dúvida esse restaurante é o Almanara.

Ainda assim, não se deixe enganar, rs.. o da minha mamãe é mil vezes melhor.

Então se gosta de cozinhar vale anotar a receita: 

Ingredientes

  • 1kg de patinho moído (pedir no açougue que moam 2 vezes)
  • 500g de trigo para kibe (usar o da marca yoki)
  • 3 cebolas (uma grande e uma média)
  • 1 ramo de hortelã 
  • sal, pimenta síria e zatar à gosto

Modo de preparo

  1. Coloque todo o trigo em uma travessa grande e cubra-o com água para hidratação (deixar dois dedos acima do nível do trigo), por 20 minutos.
  2. Esprema o trigo na mão para tirar todo o excesso de água e misture com a carne.
  3. Coloque tudo no processador junto com 2 cebolas e 1/2 ramo de hortelã. Bata tudo por duas vezes.
  4. Volte tudo para a travessa e tempere com sal à gosto, pimenta síria e zatar (vá experimentando até chegar o tempero ponto que lhe agrade)
  5. Monte o kibe cru em uma travessa de forma homogênea, decore com a cebola cortada em formato de meia lua e com o 1/2 ramo de hortelã.

Você pode servir com pão sírio quentinho! E não se esqueça de colocar à mesa o azeite.

Lembre-se que se trata de carne crua, então quando não estiverem saboreando armazene na geladeira. Recomenda-se que faça o consumo em no máximo 24h, depois o kibe cru pode ser levado ao forno e virar kibe assado!

Quero saber quem fez, ok? Podem me mandar a foto por aqui ou me marcar no instagram com a #KibeCruMamaeFelicia – vou amar saber se gostaram!!!

0 comentários
compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *